Lançamento do livro “Razão para ser louca”

Prezados amigos,boa noite.
A noite de ontem foi indescritível e será inesquecível.
Agradeço o carinho de todos que compareceram ao lançamento do meu livro “Razão para ser louca” e da 2ª edição do livro “Volta, se houver motivo para voltar”, à Livraria Cultura, à Scortecci Editora (João Scortecci) Agradeço também a energia positiva daqueles que por alguma razão não puderam estar presente.
Agradecimento à amiga jornalista e assessora de imprensa, Aurora Seles, pelo apoio, carinho e competência com a qual conduziu o bate-papo.
Gostaria de citar o nome de cada um, mas são tantos que será impossível. Beijo no coração.
Segue algumas fotos do evento.

SINOPSE

“Razão para ser louca”

SINOPSE
“Razão para Ser Louca” é o novo livro da escritora Ana Costa, após o sucesso de “Volta, se houver motivo para voltar”, ganhador do prêmio Troféu Literatura 2017. No Razão para Ser Louca, 41 contos e crônicas se alternam entre vivências pessoais e anedotas kafkianas; situações cotidianas e extraordinárias; viagens e permanências; encontros e desencontros; impressões e expressões; medos e coragens; e encantamentos e desilusões. Todos narrados no estilo peculiar de Ana Costa, uma prosa direta, franca, e salpicada de muita emoção e, sobretudo, humor. Lembranças da infância; experiências de uma mãe de adolescente; amores europeus; vivências em Paris; cartas da avozinha querida; cargas mentais; bizarrices; e excentricidades também aparecem no livro, entre muitas outras razões para sermos loucos.

Ana Costa

compulsiva, escritora, aluna da vida e idealista em conflito. Viciada em viagens, praia e psicanálise. Ama boa mesa, bom papo, música, ciências e ideias excêntricas. Dividiu sua vida profissional em duas fases: a primeira foi vivida por mais de três décadas, na área da saúde, no mundo científico, acadêmico e gestão pública, período em que publicou vários artigos científicos; a segunda iniciou em 2015, quando assumiu seu jeito peculiar de escrever, ao reconstruir sua história como escritora. Autora de crônicas, contos e do livro “Volta - se houver motivo para voltar”. Enfrenta o mundo com a imprevisibilidade do artista, precisão do arquiteto e a criatividade do escritor.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *